4º ano transforma resíduos em composteira e obra de arte

O destino correto de resíduos secos e orgânicos é tema de projetos de estudos do 4º ano do Ensino Fundamental do Colégio João XXIII. Após estudar os tipos de resíduos, na disciplina de Ciências, o lixo produzido por cada família se transformou em objeto de pesquisa para as crianças que, com o auxílio da bióloga e laboratorista da Escola, Juliete Claro, fizeram mini-composteiras em suas casas. Em torno de 3 ou 4 meses, o material da composteira vai virar adubo. 

Algumas hipóteses norteadoras do projeto de estudos já estão sendo respondidas e foram compartilhadas pela professora Camila Deboni.

Podemos conhecer a rotina de uma família através do lixo que ela produz? Sim! 

O lixo que produzimos é nosso, mas ao se “livrar” dele, não temos mais com o que nos preocupar? Temos sim! Temos o dever de saber para onde o nosso lixo vai e que fim ele terá! 

Além de contribuir para um fim adequado, devemos reconhecer e saber diferenciar os tipos de lixo para que eles tenham o encaminhamento correto! 

Assim, cuidamos do nosso meio ambiente!!!” 

Além do trabalho com as professoras regentes Camila Deboni, Leticia Zago Meirelles, Narayana Niedersberg Correia Lima Araujo e Berenice Ludwig, a gurizada está aprendendo, refletindo e inventando em cima da temática nas aulas de Arte e Língua Inglesa, com a professora Clarisse Normann e o professor Marcell Solano. Batizado de “From trash to treasure - How can you help”, o projeto uniu estudos sobre a matéria-prima em Língua Inglesa com a questão da reciclagem e da redução de danos à natureza. Juntas, as disciplinas de Arte e Inglês desafiaram a gurizada a criar a partir de materiais descartados no lixo, ideia de Vik Muniz.

Partindo da perspectiva da utilidade dos objetos e inspirados na obra de Vik Muniz, incluindo o documentário "Lixo Extraordinário", os estudantes fizeram montagens com objetos e roupas que não usam mais.

Confira o passo a passo da composteira com a estudante Luna: