Aula Inaugural do Clube de Ciências propõe debate sobre seres luminosos

Na terça-feira (09/03/21), a aula inaugural do Clube de Ciência do Colégio João XXIII, intitulada “A luminescência e seus encantos”, irá propor o estudo de seres vivos bioluminescentes, que vivem nas trevas, mas através de reações bioquímicas conseguem produzir luz.

Na aula prática, será apresentado um experimento no qual é possível verificar a fosforescência da clorofila, que é a capacidade de refletir a luz. No entanto, o debate não será somente sobre os seres vivos capazes de produzir luz, pois a natureza tem suas surpresas e encantos.

A vida depende, direta ou indiretamente, da luz para sintetizar glicídios, moléculas que fornecem energia. Há, também, evidências que apontam que a radiação solar tenha participado da catálise das primeiras formas de vida. Além disso, os seres fotossintetizantes (bactérias, algas e vegetais) são a base das cadeias alimentares. Todos estes seres possuem um pigmento chamado clorofila, capaz de transformar luz em energia, o que será a base para o debate da primeira aula.

O Clube de Ciências do Colégio foi uma iniciativa que teve seu ponto de partida nas mentorias semanais da Equipe de Ciências da Natureza junto à Coordenação Pedagógica. São parte do grupo de docentes Bruno, César, Fozzy, Guy, Jefferson, Marilei, Paula e Vettori. A ideia se articula com um ideário de Escola sobre a relevância de realizar uma alfabetização científica e a educação pela pesquisa, algo também preconizado pela Base Nacional Comum Curricular, e compreende também, os pedidos dos estudantes por aulas experimentais e lúdicas. O clube é composto por professores de Ciências da Natureza e estudantes do 6º ano ao Ensino Médio.

Desde o início, em 2020, todos os professores contribuíram ministrando aulas práticas e experimentos, ilustrando os mais variados fenômenos da natureza. “Isso se deu no contexto do Ensino Remoto Emergencial e, apesar das dificuldades da virtualidade, o clube mostrou-se uma potente ferramenta de alfabetização científica. A aula inaugural será um momento simbólico muito importante, pois dá início a uma nova fase do clube. Primeiramente porque será ministrada por dois professores, de Química e Biologia e terá como foco o estudo das luminescências e fosforescências naturais e artificiais”, acrescenta o professor Guy Barcellos, de biologia.

A aula, que está prevista para às 15h30min, da terça-feira, marca o início de uma ideia há tempos acalentada pelo grupo. A partir de abril, o clube passará a ter uma aula ministrada pelos professores e outra por estudantes, que poderão apresentar suas pesquisas e experimentos, sendo assim ainda mais co-autores e protagonistas do Clube de Ciências do Colégio João XXIII.