Uma imagem: a escola vazia. Um convite: imagine-se voltando. Assim começou a apresentação da Arquitetura do Projeto de Retorno no João, ocorrida nos dias 15 (Núcleo da Juventude) e 16 de setembro (Núcleo da Infância), com tradução em Libras. Nas preliminares, as equipes encarregadas das lives esclareceram que o plano – resultante de uma minuciosa articulação coletiva envolvendo todos os segmentos da Escola – trataria do “como” e não do “quando”, pois ainda não existe data marcada para a volta às aulas presenciais. Mesmo quando isso acontecer, ainda deverá perdurar um sistema pedagógico híbrido, mesclando atividades no Colégio e conteúdos online.

Enquanto comunidade educativa, não temos data definida para o retorno, mas a responsabilidade e a esperança de construirmos, juntos, um futuro possível”, anunciava a convocação dos dois eventos, que contou com as equipes técnicas dos dois Núcleos, integrantes do Centro de Operações de Emergência em Saúde para Educação (COE) e a presença de dois médicos pais de alunos: o epidemiologista Ricardo Kuchenbecker, no dia 15, e o intensivista Rafael Moraes, no dia 16. 

Cuidado (com a saúde e com a educação), compromisso ético, construção coletiva. Esta palavra, assim como as duas expressões, sobressaíram nas exposições do Plano, sintetizando o complexo processo de programar o retorno das estudantes,  e educadores e funcionários.  Não se trata, portanto de uma retomada de onde se parou, e sim um grande desafio que exigirá um plano de ações em diversas frentes,  demandando intensa articulação comunitária com responsabilidade de debater, analisar, deliberar consultar, planejar, executar e acompanhar o processo, além de a elaborar e gerir o Plano de Contingência Escolar, obrigatório para a reabertura da Escola. 

Na prática, isso resultará em uma reintegração social com novas regras, diferentes formas de convívio, aulas presenciais e domiciliares paralelamente. Caso as famílias optem por resguardar seus filhos/as em casa, este direito será respeitado. Para acolher os demais, o ambiente da escola foi analisado em seus mínimos detalhes e está sendo adaptado inclusive com a instalação de mais lavatórios e a compra de novos gazebos. O Plano inclui a capacitação das equipes encarregadas da higienização.

O retorno das crianças e dos adolescentes será gradativo, com revezamento de turmas, tempo de permanência reduzido, turmas menores, aulas preferencialmente ao ar livre, fluxo controlado e horários alternados de entrada, recreio e saída. Para facilitar, as escalas foram divididas em Estações (veja abaixo). 

Virá, portanto, um tempo de desacomodação, alertaram as apresentadoras do projeto. Lembraram, porém, que, assim como a comunidade escolar se adaptou às incríveis alterações ocorridas em função da COVID 19, também deverá ter a sensibilidade e o compromisso diante desta segunda mudança. “A Pandemia trouxe ao mundo a evidência de muitos paradoxos. O maior e o mais comovente é o amor ter vencido a dor da morte” sintetizou a orientadora educacional Hildair Camera, encerrando o encontro do dia 16 com um poema de Cora Coralina: “(...) Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas (...)”. 

Cronograma e mapeamento 

A volta às aulas presenciais será gradativa e escalonada.  O processo foi dividido em Estações. Confira:

1ª Estação

Ensino Médio - uma vez por semana

Manhã:

Terça-feira - 3ª série

Quinta-feira – 2ª série

Sexta-feira – 1ª série

 

2ª Estação

3º ano do Ensino Médio - 2 vezes por semana

Demais anos/séries – 1 vez por semana

 

Manhã:

Segunda-feira – 3ª série e 5º ano

Terça-feira – 3ª série e 7º ano

Quarta-feira – 9º ano

Quinta-feira - 2ª série e 8º ano

Sexta-feira – 1ª série e 6º ano

 

Tarde:

Segunda-feira – 4º ano, NB, ND e MD

Terça-feira – 3º ano, NF, NJ e MB

Quarta-feira – 2º ano, NH, ND e MF

Quinta-feira – 1º ano B/F, NB, NJ e CBB

Sexta-feira – 1º ano D/H, NF e NH

 

Para maiores informações consulte o conteúdo das lives aqui: https://youtu.be/jLvlEnLLeXs e https://youtu.be/LJnwWUJ8Jos