A Proposta de Emenda Constitucional paralela que acaba com a imunidade tributária das entidades filantrópicas da educação foi o tema da reunião realizada no Sindicato do Ensino Privado (SINEPE) na segunda-feira, 16 de setembro.  O encontro resultou em um documento batizado “Carta de Porto Alegre” disponível na página da entidade http://www.sinepe-rs.org.br/site/informacao/noticias_11370. Representando o Colégio João XXIII, compareceram a presidente da Fundação  Educacional João XXIII, Aline Portanova, a gerente administrativo-financeiro, Fátima Eschberger e o diretor jurídico, Amarildo Martins.

A reunião situou o andamento, no Senado Federal, da proposta do senador Tasso Jereissati, com início da tramitação previsto para 23 de setembro. Se aprovada, a PEC paralela deverá ser votada pela Câmara, pois não constava do texto original da PEC 06 (Reforma da Previdência).

Na terça, 17, e quarta, 18, as entidades terão reuniões com o senador Jereissati e sua assessoria técnica, quando apresentarão dados a respeito do atendimento aos estudantes contemplados com a filantropia. A articulação das instituições de ensino também prevê contatos com outros líderes políticos engajados na luta. 

Além da atuação junto ao relator e aos demais senadores em Brasília, foi noticiado o contato com o Ministro da Casa Civil, Onix Lorenzoni, e a adoção de iniciativas locais junto às Câmaras de Vereadores para o fortalecimento da defesa da filantropia nas cidades. Solicitou-se, ainda, aos presentes, que enviem vídeos com depoimentos de pessoas beneficiadas pela filantropia.

O Colégio João XXIII adere as iniciativas e, nos próximos dias, reunirá o Comitê de Filantropia para tratar do tema, assim como da oferta de bolsas para o ano de 2020.