O Seminário de Verão do Colégio João XXIII trouxe novidades em 2019 ao agregar todos os profissionais da Escola. Batizado de “Seminário de Formação e Acolhida”, o evento começou na quarta, 13/2, e dividiu os profissionais do João em duas turmas, manhã e tarde. A batida do tambor foi o fio condutor da vivência inicial e expressou o pulsar do coração do João, que neste ano completa 55 anos de vida. “Que possamos dar as mãos e juntos seguir construindo a identidade coletiva do João”, espera Rosa Ely, coordenadora da etapa do 6º ao 8º ano.    

A Coordenação Pedagógica, a presidente da Fundação Laura Eifler e o coordenador do Comitê de Captação e Fidelização José Carlos da Conceição foram os anfitriões da primeira atividade. 

Os professores de todas as etapas seguem em seminário na quinta e sexta, manhã e tarde.  Muito mais do que delinear os planos de trabalho para o ano letivo de 2019 e selecionar materiais didáticos e pedagógicos, o evento proporciona experiências construtivas a partir da socialização de projetos. 

O resgate do espírito comunitário do João XXIII está presente no Seminário. Entre as atividades que pretendem sensibilizar os profissionais para esse objetivo, está a confecção de móbiles que apresentam “55 motivos para amar o João”. Os móbiles farão parte do cenário do “João Cultural”, evento realizado entre os dias 18 e 22 de fevereiro, durante a primeira semana de aula do ano letivo de 2019.

“O João Cultural terá várias atividades para recepcionar a comunidade. Todas elas vão resgatar a história da nossa escola e o espírito comunitário”, diz José Carlos. Hildair Garcia, coordenadora do Serviço de Orientação e Psicologia (SOP) e orientadora educacional da Educação Infantil, completa: “Queremos que vocês se sintam envolvidos na programação afetivamente. É um convite para mais um ano de convívio fraterno e de construção coletiva”.  

Assista um trechinho da acolhida:

<>