Mundo do cinema envolve estudantes e profissionais do Colégio João XXIII

A 4ª edição da Semente – Mostra Infantil de Cinema e o projeto "Marcas 2020" são exemplos de como o cinema está no dia a dia da Escola


O mundo do cinema faz parte do Colégio João XXIII. Este ano, os Núcleos da Infância e da Juventude foram envolvidos em pelo menos duas iniciativas: na 4ª edição da Semente – Mostra Infantil de Cinema e Sustentabilidade e no projeto audiovisual “Marcas de 2020”, respectivamente. Enquanto a Semente chegou no Núcleo da Infância por intermédio da produtora e mãe de estudante do João XXIII, Aletéia Selonk; o Projeto Audiovisual é produção da casa, no qual jovens da 1ª série do Ensino Médio vivenciam os bastidores do cinema por meio da realização de documentários.    

Além da possibilidade de assistir a alguns filmes e conversar com autores dos curtas da 4ª edição – cada ano assistiu a, pelo menos, um curta -, as crianças dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental tiveram a oportunidade de ver outras produções da mostra, no sábado letivo, 21 de novembro. Dos 15 filmes brasileiros com abordagens relevantes sobre o meio ambiente, a diminuição do consumo, os direitos humanos e a valorização das culturas locais, coordenação e professoras do João XXIII escolheram oito para disponibilizar no sábado. Os links estão disponíveis no mural do João 24 horas. 

Também em pleno curso, o projeto “Marcas de 2020”, realizado com os estudantes da 1ª série, é uma adaptação do já conhecido “Colégio João XXIII - Uma Escola de Cinema”, em que os jovens produziam curtas orientados pelos professores da área das Linguagens. Desta vez, a gurizada está produzindo documentários para serem apresentados na semana de 14 a 18 de dezembro. A Amazônia é tema de um dos documentários e o professor Guy Barcellos, de Biologia, um dos interlocutores. “Fizemos um novo projeto para que os estudantes da 1ª série pudessem ter experiências na área, considerando a impossibilidade de colocarmos em prática o projeto no modelo já conhecido”, explica a Helena César, professora de Língua Inglesa. 

“Acontecimentos de 2020” é o tema do projeto que conta, também, com a orientação de Andréa Schroeder Machado e Ibirá Costa, professores de Língua Portuguesa e Literatura, respectivamente, e a supervisão de Ianne Ely Godoi Vieira, coordenadora pedagógica do Núcleo da Juventude. O Centro Tecnólogico Audiovisual do Rio Grande do Sul (Tecna), representados por Aletéa e do ex-aluno Lucas Heitor, está sendo parceiro da Escola neste projeto.