Terceirão se despede  e recebe diploma no pátio

O Terceirão – que se despediu na última quarta-feira, 18 de dezembro – fez história no Colégio João XXIII. Entre os formandos, muitos inauguraram a Classe-Bebê e as turmas foram as primeiras a cursar o 5º e o 9º ano do Ensino Fundamental. Com este perfil, o recebimento do diploma tampouco poderia ser trivial: a cerimônia aconteceu no pátio da Escola, em uma noite ventosa e surpreendentemente fria para a época do ano.

Emoção é sempre presença obrigatória em formaturas, mas as características especiais das turmas A, C e E do Ensino Médio potencializaram os sentimentos entre os educadores, funcionários e familiares. Isso ficou claro nas falas da presidente da Fundação Educacional, Aline Portanova, da diretora, Márcia Valiati, e da vice, Rosane Rodriguez, que embargaram a voz ao transmitirem suas mensagens.alic

Também emocionados, mas com a irreverência e o humor próprios da idade, seis oradores – dois de cada turma – falaram ao público que se espalhava pelo pátio, sob a proteção do Gazebo e além dele. Os estudantes demonstraram o carinho a todos os professores homenageando Paula Poli (3 A), Ibirá Souza Costa (3 C), Jeferson Barp (3 E), e elegendo como homenageado especial do Terceirão Marcello Soares Júnior, que preferiu fazer “pedidos” em vez um discurso tradicional: “Sejam honestos, curiosos, generosos, permeáveis, acolhedores e façam o melhor”. Na sequência, tocou a banda J23 integrada por formandos e ensaiada por Marcello.

Os estudantes escolheram, ainda, seus funcionários do coração: Cristina Ferreira de Mello, Luciana Rodrigues de Aguiar, Jorge Marques Ribeiro e Ubirajara Tamaratã Pereira. E não esqueceram de lembrar – e aplaudir – Delmar Flores, falecido em 2019. “A metamorfose tem que continuar. Saímos daqui com o coração quentinho”, resumiu uma das oradoras.