Engana-se quem pensa que o Colégio João XXIII para durante o recesso escolar de janeiro e fevereiro. No início de 2018, a Escola fervilhou com obras de reforma e manutenção que mobilizaram 83 trabalhadores externos e 29 funcionários dos Serviços de Manutenção e Gerais, além de toda a equipe do administrativo. Na sexta, 9 de fevereiro, o engenheiro Rafael Paes Borba e a engenheira Simone Ledur, fizeram a entrega técnica das obras para o diretor de Obras e Patrimônio da Fundação Educacional João XXIII, Alexandre Ozorio Kloppenburg, e para a gerente-administrativa Fátima Eschberger.  

Entre as novidades estão a transformação de salas de aula em estúdio. Ganharam cara nova as salas 305, 306 e 307, usadas pelos estudantes do 9º ano ao Ensino Médio, e mais seis salas do prédio 7, da etapa do 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental. A ideia de atualizar os ambientes surgiu no Comitê de Inovação, do Planejamento Estratégico. Além da ampliação da metragem das salas e das janelas, os novos espaços tem mobiliário que favorece a interatividade, como mesas e cadeiras com rodinhas, pufs, pequenas arquibancadas, que visam estimular trabalhos em equipe, competências pessoais e criatividade.

A ampliação da acessibilidade a diversos espaços do Colégio pode ser notada  na readequação da rampa da Biblioteca, do Ambulatório Principal e do prédio do Ensino Médio. Outras inovações aconteceram e a comunidade escolar vai poder conferir e desfrutar de todas elas a partir desta segunda-feira, dia 19 de fevereiro, quando o João XXIII vai estar oficialmente de portas abertas esperando estudantes e familiares.