A comemoração dos 55 anos do Colégio João XXIII será marcada pelo seminário Educação em Tempos de Conflito que trará como palestrantes seis renomados educadores, em um momento de imersão sobre os riscos e desafios da educação no atual momento histórico brasileiro. O evento, marcado para o dia 31 de agosto, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa, é aberto para educadores de universidades, de escolas públicas e privadas, estudantes, além de demais interessados. A mediação das mesas e palestras ficará por conta da Direção e Coordenação da Escola. 

Ao longo do evento estão previstas apresentações artísticas, com música, poesia, teatro e demais intervenções pensadas junto com segmentos da comunidade escolar. O seminário, com tradução inclusiva em Libras, custará 70 reais para público em geral e 35 para estudantes universitários e de outras instituições de ensino. Estudantes do Colégio João XXIII têm gratuidade e profissionais da Escola pagam meia entrada. Interessados podem fazer as inscrições aqui

Palestrantes

O seminário Educação em tempos de conflito terá como palestrante o professor titular emérito da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Miguel Gonzalez Arroyo, PhD em Educação pela Stanford University. Ele trará ao encontro sua vasta experiência na área de Educação, com ênfase em Política Educacional e Administração de Sistemas Educacionais, ao abordar o tema Imagens quebradas - trajetórias e tempos de alunos e mestres.

O evento contará também com o professor titular de Filosofia e História da Educação da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), César Nunes, doutor em Filosofia e Educação, Livre-Docente em Educação. O educador atua nas linhas de pesquisas Política, Ética e Educação e Epistemologia e Teorias da Educação. Escreveu 33 livros em sua trajetória acadêmica, sobre História, Filosofia, Formação de Professores, Ética e Sexualidade, entre outros temas. Atualmente é presidente nacional da ABRADES (Associação Brasileira para a Educação Afetiva e Ética Sexual). O cotidiano da escola como espaço de formação ética, estética e cultural emancipatória é o título de sua fala durante o seminário. 

A professora titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Jaqueline Moll, doutora em Educação pela UFRGS, tendo realizado parte dos estudos na Universidade de Barcelona, será uma das palestrantes. A educadora atuou como Conselheira do Conselho Estadual de Educação do Rio Grande do Sul no período de 2014 a 2018.

Leni Vieira Dornelles, professora titular da Faculdade de Educação da UFRGS, há 25 anos, doutora pela Pós-Graduação em Educação da FACED e Pós-Doutora em Estudos da Criança pela Universidade do Minho em Braga, Portugal, fará parte da programação, com o assunto Historicizando infâncias e juventudes que nos escapam. A educadora trabalha com a educação das infâncias desde 1972, quando se formou no Normal do Instituto de Educação General Flores da Cunha.

Dos pequenos racismos cotidianos: como e por que combater o racismo institucional será explanado pela professora, doutora em Educação pela UFRGS Gladis Kaeercher, e coordenadora do UNIAFRO/UFRGS – Política de Promoção da Igualdade Racial – e criadora do estojo de giz de cera profissional cor de pele PiNTKOR UNIAFRO KORALLE, primeiro material grafo-plástico nacional voltado à educação das relações etnicorraciais no ambiente escolar. Segundo a palestrante, discutir e entender o racismo e o racismo institucional, compreender como esses processos se constroem e pensar nas suas implicações para escola são um desafio. “Educar o olhar, afinar a ação antirracista e preparar estratégias para a construção de um cotidiano pautado pela ética e a empatia são as propostas de minha fala neste seminário”, destacou a educadora.

O seminário Educação em tempos de conflito terá ainda a palestra do psicanalista e membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre (APPOA), Gerson Pinho, que é mestre em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS. O palestrante é professor de pós-graduação nos cursos de especialização em Problemas do Desenvolvimento na Infância e Adolescência, Estimulação Precoce e Psicomotricidade desenvolvidos pelo Centro Lydia Coriat de Porto Alegre em parceria com diferentes faculdades do Brasil. Gênero, adolescência e contemporaneidade é o título de sua fala.

SERVIÇO:

Seminário Educação em Tempos de Conflito

Dia 31 de agosto, das 8h às 19h

Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do RS (Praça Marechal Deodoro, 1101, Centro Histórico)

Inscrições pelo link https://bit.ly/2S6WwfD

Downloads: