Colégio João XXIII propõe redes colaborativas de desenvolvimento humano e aprendizagem profissional

A manhã envolveu momentos de narrativas docentes, oficinas tecnológicas, experiências integradoras e criativas.

 

Na manhã de sábado, (24/04), os profissionais do Colégio João XXIII foram convidados para “estabelecer um vínculo amoroso com o próprio corpo”. De forma gentil, lembrar do corpo cognitivo, que tem memória, presença e energia. Uma maneira de respeitar nossa natureza expressiva e despertar o olhar contemplativo. O convite foi feito pelo professor de teatro, Adriano Basegio, responsável pela escola parceira do colégio– A Barca - no segundo encontro de “Conexões Docentes”, que teve início no sábado (17/04).

“As pessoas geralmente reconhecem a escola como um espaço de ensino e, de forma mais ampla, ensino e aprendizagem. Mas o João oferece um espaço onde as pessoas fiquem cativadas, um espaço de educação e desenvolvimento social e profissional. Nessa atividade, levamos um ponto de contato para tocar o aspecto sensível. Uma experiência criativa!”, salienta Adriano Basegio.

As atividades iniciaram com momentos de escuta e discussões sobre a prática docente, oferecendo um espaço de diálogo e construção coletiva dentro de grupos organizados pelos Núcleos do Colégio.

Após o momento de vivência com Adriano Basegio, os professores foram convidados a conhecer e explorar ferramentas tecnológicas que contribuem nos processos de ensino e aprendizagem. A riqueza desse momento consistiu na possibilidade dos profissionais ensinarem e aprenderem uns com os outros, valendo-se dos conhecimentos e habilidades tecnológicas de cada um.

 

Veja mais imagens: